quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Libélulas

            Voando, subindo e descendo como helicópteros, aquelas frágeis asas parecem ter sempre muita pressa, assim são as libélulas, doces e lindas!


          Libélula é derivada do nome libellulus, o diminutivo de livro, devido a semelhança de suas asas com um livro aberto.


            Possui o maior olho proporcional no reino animal, seu sofisticado aparelho visual funciona como um radar, e ela consegue comer em meia hora a quantidade de insetos equivalente ao seu corpo.


            O batimento das asas e a possibilidade de planar inspirou o brasileiro Santos Dumont na criação de seu avião bem suscedido.


             Aparece no Outono, simboliza a mobilidade, a transitoriedade, e o autoconhecimento, são inúmeras as suas classificações pelas asas.


            As libélulas são predadoras e alimentam-se de outros insetos menores, mosquitos e moscas.
            Gostam de viver próximo á água, poças e lagos, aonde depositem seus ovos.


            Sua vida gira em torno de 4 anos e passa por várias metamorfoses: ovo, ninfa e a fase adulta que é de 3 mêses.


            O maior inseto que já existiu foi a lilbélula Meganeura Monyi, espécie extinta, tinha 1 mt de envergadura.


            Aqui no Brasil são chamadas de papa-fumo, donzelinha, jacinta e em Portugal além de libelinha é conhecida por lavadeira.


            São voadoras fantásticas, rápidas como a luz, girando, mudando de direção, para frente e para trás, dá até pra sentir a vivacidade delas neste voos mágicos!

2 comentários:

  1. sao realmente lindas!Eu as aprecio mais que as borboletas,pois nao tem que devorar folhas,como as lagartas,nao tem que fazer um enorme sacrificio pra sair do casulo,e nao duram só 24hrs,como as borboletas,mas sao igualmente lindas,além de nos livrar de insetos nocivos!

    ResponderExcluir
  2. legal seu blog.gostei!

    ResponderExcluir