terça-feira, 9 de outubro de 2012

Bordalo Pinheiro

            Um dos maiores ceramistas portuguêses foi Rafael Bordalo Pinheiro, originário da cidade de Caldas da Rainha, nascido em 1846, tem sua obra hoje perpetuada em Lisboa.


             Artista, aquarelista, ilustrador, decorador, caricaturista político, jornalista, tudo isto imprimiu a Bordalo Pinheiro uma imensa visibilidade.


            Em 1884 assumiu a chefia da Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha e ali produziu peças muito originais em cerâmica.


           Jarros, bilhas, jarrões, pratos com um desenho diferente, fizeram desta louça ornamental uma marco português conhecido na Europa.


             Seus trabalhos se estenderam á decoração de grandes palacetes da época como azulejos, painéis, placas decorativas, floreiras, fontes, lavatórios, centros de mesa, bustos, molduras e caixas.


            O museu Bordalo Pinheiro abriga peças antigas e modernas e hoje faz parte do roteiro turístico português, há uma biblioteca com livros sobre sua arte e história.


             Suas faianças artísticas são produzidas até hoje na cidade de Caldas da Rainha , peças em louça decorada com elementos vegetais e animais em relevo, segundo a tradição.


            Hoje no Museu da Cidade, Palacio Pimenta, está localizado o jardim Rafael Bordalo Pinheiro, no coração de Lisboa, mostrando a bela arte de ceramica á todos que o visitam.


          São andorinhas, gatos, macacos, caracóis, caranguejos, lagostas, lagartos, aves e flores que perpetuam a obra deste grande artista no belo jardim, inaugurado em 30 de Janeiro de 2012.

  
            Se você for á Lisboa não deixe de conhecer de perto e adquirir uma peça da arte colorida e maravilhosa deste artista lusitano.

2 comentários:

  1. um grande homen e excelente artista.gosto muito de todas as obras dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já não á homens assim.que pena.

      Excluir